Você está aqui:Home » Beleza » Nanotecnologia ajuda a melhorar os resultados de creme antirrugas

Nanotecnologia ajuda a melhorar os resultados de creme antirrugas

Share Button

A Nanotecnologia é uma nova maneira de transportar para dentro da pele uma substância cosmética utilizada em cremes antienvelhecimento que procura combater de forma mais eficiente as marcas de expressão e rugas.

Esse é o resultado de pesquisas da Unesp de Araraquara para o desenvolvimento de um nanocosmético.
Embora a tecnologia ainda necessite de mais testes, a eficácia das estruturas desenvolvidas acende uma luz na evolução de produtos de cuidados com a pele.

Nessa abordagem de pesquisa são desenvolvidos nanômetros, gotículas milhares de vezes mais finos do que um fio de cabelo. Pois isso essas estruturas são capazes de penetrar nas camadas mais internas da epiderme e controlar a velocidade com que o princípio ativo do cosmético será liberado.

Fonte: Folha Imagem

No estudo, foi usado o palmitato de retinol, uma substância já é usada em cremes anti-idade existentes atualmente no mercado para prevenir ou retardar o envelhecimento da pele.

A nanotecnologia potencializa a ação desse componente que , no estudo, aumentou o número de células capazes de produzir fibras colágenas e elásticas responsáveis por dar melhor condição à pele.

Os testes iniciais foram feitos em cobaias e também em voluntárias com idade entre 30 e 45 anos, que receberam o nanocosmético ao redor de um dos olhos diariamente, pelo período de um mês.

Houve, então, uma redução no tamanho e na profundidade das rugas, em comparação à região dos olhos que não foi tratada.Os estudos com nanotecnologia prosseguem e já envolvem outras substâncias(cacau orgânico e chá verde) e precisam , ainda, serem realizados em populações maiores para concluir sobre o real efeito dos produtos não só na saúde humana como no ecosistema.

Já há uma série de produtos fármacos com nanoestrutura liberadas para uso pela FDA (agência que regula os medicamentos e os alimentos nos EUA) mas ainda não chegaram ao Brasil.

De qualquer forma, é bom saber que as pesquisas de produtos e soluções anti-envelhecimento não param e que há iniciativas sérias no Brasil nessa área.

fonte: Folha de São Paulo.

 

Share Button

comentários (10)

Deixe um comentário

Voltar para o topo